you never really can fix a heart
Bom, meu nome é Débora tenho 20 anos, estou me formando em Bacharel de Turismo. Sou uma sonhadora , apaixonada incorrigível que quando ama, ama, vou do céu ao inferno para cuidar de quem eu gosto. Já vi um amor #forever virar apenas um amor.... doeu? com certeza principalmente para acreditar que o amor nem sempre é eterno e duradouro, porem não nos faz melhor nem pior que ninguém, alias não faz de mim menos romantica, só me fortaleceu para saber o momento certo para parar. Também tomei muitos tombos nesta vida, já pensei em desistir, quem nunca? Mais hoje eu percebo que se esses não tivessem acontecido quem seria eu hoje? Eu hoje acredito que nessa vida tudo tem um porque e é assim que funciona, pois se você não conhece o errado como vai saber que é o certo.?
“Era por volta da meia noite, achei um chip antigo meio riscado no fundo da minha gaveta, resolvi testar pra ver se ainda prestava pra alguma coisa, e pra minha surpresa ele funcionava muito bem. Comecei a vasculhar a memória e achei um SMS que tinha ficado salva, e li algo muito curioso, era de 2010, e lá dizia: “Saiba que independentemente de qualquer coisa, eu estarei ai do seu lado te protegendo.” Dois anos se passaram desde então, e a pessoa que me mandou essa mensagem simplesmente sumiu da minha vida. E não era que o maldito chip prestava mesmo? Prestava pra me fazer lembrar que promessas escritas viram memórias abandonadas num piscar de olhos.”
Sean Wilhelm.  (via delator)




“Nas mais lindas poesias carregam as mais tristes lembranças.”
Motoshima.  (via delator)

“O sorriso dela mostra muito, mas os olhos…Ah os olhos mostram a alma.”
Sthefany Caire. (via delator)


“Ele me disse adeus e desapareceu. Ora! Isso é injusto. Você levou uma parte de mim junto com seu orgulho, e só me deixou com as lágrimas.”
Sorrisol.  (via delator)


“Eu vivia sorrindo mas isso não me impedia de chorar escondida.”
O Diário de Anne Frank.  (via delator)

“Tenho acordado com uma sensação esquisita, como se faltasse algo ou alguém, como se estivesse faltando uma parte de mim, não sei bem, só sei que preciso encontrar a peça que falta, pra me sentir totalmente inteiro.”
Acorrentei. (via delator)

Foi a sensação mais estranha que já senti em toda a minha vida. Foi a de ter que ir embora de alguém, quando tudo o que eu mais queria, e implorava a mim mesmo, era que por mais que eu tropeçasse, caisse, tombace, eu iria continuar em pé, bem do lado. Eu nunca pensei que eu teria essa coragem toda, de ficar sem, de seguir sozinho, sem ter quem sempre me entendeu, aguentou, brigou, chorou, do meu lado. Eu nunca me imaginei sem muitas pessoas, mas eu sempre afastava todas de mim, mandava pra longe, embora mesmo, sem pensar duas vezes, erá fácil, eu nunca precisei de ninguém, a não ser da minha própria sombra me seguindo. Eu nunca precisei de ninguém pra me dizer o certo e o errado, apontar meus erros - que diga-se de passagem, são enormes - eu nunca precisei de ninguém pra absolutamente nada, nem pra sorrir. E é quando alguém se torna tudo isso pra você, que você perde a cabeça, os sentidos, faz promessas aos quatro ventos, de que é pra sempre, de que nunca vai deixar e todas aquelas coisas que só terminam em dor de cabeça, em soluços na madrugada, e olhos inchados de tanto chorar pela manhã. A sensação de perder alguém é como escutar uma musica e ver ela nos segundos finais, é como assistir a um bom filme e ver os créditos passando no final, é como sair pra passear, e ter que ir embora depois; são todas as definições de algo acabando. Deixar alguém ir embora é fácil, dificil mesmo é você ter que ir, virar as costas e partir; você sempre tão complicada, estranha, e com uma capacidade pra me fazer sorrir. Você era como dias quentes de verão, você era a melhor definição de pessoa que eu tinha em mente, você era sorrisos, olhares, você era beijos doces, você era sorriso largo e bonito… Você era, porque escolheu ser. Ah se você soubesse que eu te queria perto, bem perto de mim, talvez você não tivesse só dado passos pra trás. Eu to caminhando, você sabe onde me encontrar, então me procura enquanto eu ainda quero ser encontrado por você.
Junior Araujo - CL69 (via delator)

“O interessante é quando você surpreende aquele que um dia duvidou da sua capacidade.”
Brendon Moraes   (via delator)

“Um dia, ninguém vai lembrar que ela existiu, escrevi no caderno, e depois, que eu existi. Porque as lembranças também desmoronam. Então não nos resta nada, nem mesmo um fantasma, apenas sua sombra. No começo, ela tinha assombrado meus sonhos, mas, agora, apenas algumas semanas depois, já estava me escapulindo, desmoronando em minha lembrança e na lembrança de todos nós, morrendo novamente.”
Quem é você, Alasca? (via delator)

“Eu queria que existisse um canto do mundo que apenas me deixasse ficar quietinho e quente quando o resto do mundo resolvesse me magoar.”
Tati Bernardi.    (via delator)

THEME create a new version o